O site da Conexão Saúde e Bem Estar utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER

Thumb MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER
MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER

MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER

Morreu na tarde desde domingo, em São Paulo, Wagner Domingues Costa, conhecido como Mr. Catra. Ele esteva internado no Hospital do Coração (HCor), na capital paulista, tratando de um câncer gástrico. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do funkeiro. Ele deixa três mulheres, 32 filhos e quatro netos.

“É com enorme pesar que comunicamos o falecimento do amigo e cliente, Wagner Domingues Costa o Mr Catra, que nos deixou na tarde deste domingo, 9, em decorrência de um câncer gástrico. O cantor e compositor estava internado no hospital do Coração (HCor), em São Paulo, e já vinha lutando contra a doença. A informação foi dada a família pelo cirurgião oncológico, Dr. Ricardo Motta, por volta das 15h20 da tarde. Catra deixou três esposas e 32 filhos. Neste momento de sofrimento, agradecemos o carinho, cuidado e compreensão dos amigos da imprensa, e pedimos, gentilmente, para que respeitem o momento de tristeza da família”, diz o comunicado enviado pela assessoria de imprensa do funkeiro.

MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER

MORRE EM SÃO PAULO O FUNKEIRO MR. CATRA, AOS 49 ANOS, VÍTIMA DE CÂNCER

Catra lutava contra um câncer no estômago descoberto no início do ano passado. Ele passou por um intenso tratamento, teve que fazer uma dieta restrita, perdeu 35 kg e foi orientado pelos médicos a parar de fumar.

O funkeiro também precisou tratar recentemente de uma pancreatite, tornando a dieta recomendada pelos médicos ainda mais urgente. Sofrendo também de diabetes, chegou a correr o risco de perder a visão. Por conta do tratamento, ele reduziu o número de shows. Catra estava morando em São Paulo e ia ao hospital uma vez por semana para realizar sessões de quimioterapia.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE