O site da Conexão Saúde e Bem Estar utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Obesidade é uma Doença?

Thumb Obesidade é uma Doença?

Obesidade: essa é uma discussão que acontece hoje no mundo todo.


Apesar das divergências, num ponto todos concordam: a obesidade aumenta, consideravelmente, o risco de doenças fatais como infarto domiocárdio e acidentes vasculares cerebrais e também de várias outras igualmente perigosas como hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto,infertilidade, neoplasia, úlceras, apneia do sono, problemas ortopédicos, vários tipos de câncer, etc.


Obesidade é uma Doença conexão saúde e bem estar


Esse assunto tem despertado debates, congressos, seminários e conflito de opiniões calorosas nos Estados Unidos, o país que enfrenta, talvez, a maior epidemia de obesos do planeta: 40% dos adultos e quase 20% das crianças.

O Brasil, por sua vez, não tem ficado para trás e segue o caminho americano: 52% de nossos adultos estão acima do peso.


Obesidade é uma Doença conexão saúde e bem estar


Argumentos Favoráveis


O reconhecimento da obesidade ajudará a comunidade médica a lidar com o tema;


A resolução será uma maneira de pressionar às operadoras dos sistemas de saúde a criar formas de compensação pelos gastos com trabalho de alerta aos pacientes sobre os riscos de permanecer com o IMC -índices de massa corpórea – acima de 30 (IMC = peso/altura x altura) e convencê-los a seguir programas de perda de peso;


A resolução também pode facilitar o acesso à cirurgia bariátrica e a tratamentos comportamentais intensivos para aqueles com IMC > 30, associado a outras complicações de saúde como diabetes, hipertensão, problemas ortopédicos, etc.


Pesquisas com a população americana mostram que mais de 50% dos obesos nunca foram alertados por entidades ou profissionais de saúde sobre a necessidade de perder peso. A maioria dos médicos têm medo de ofendê-los.


Sobe o ponto de vista médico, a maioria dos médicos americanos considera a obesidade como problema comportamental, mas para a American Medical Association a obesidade é “uma condição crônica, urgente e preocupante” e um “transtorno de alta complexidade”.


O sistema de saúde americano, gasta US$ 150 bilhões por ano no tratamento de doenças relacionadas com a obesidade, como as cardiovasculares, diabetes e certos tipos de câncer. Isso representa quatro vezes mais do que o governo federal brasileiro investe no custeio do SUS inteiro.


Obesidade é uma Doença conexão saúde e bem estar.


Argumentos Contrários


O reconhecimento da obesidade como doença pode aumentar o estigma e o preconceito contra quem sofre desse mal.


Essa resolução poderá ter grande impacto no mercado trabalho, já que empregadores encontrarão justificativas para não contratar pessoas rotuladas como portadores de uma doença crônica;


O foco da abordagem de hoje, que é baseado em dietas saudáveis e programas de atividades físicas, será deslocada para tratamentos médicos caros e inacessíveis à maioria da população como cirurgias bariátricas e medicamentos caros e de eficácia duvidosa.


Obesidade é uma Doença conexão saúde e bem estar...


Conclusão


Essa é uma discussão que vem acontecendo em todos os países e, certamente, chegará ao Brasil. E aí entram duas questões a serem consideradas. Se por um lado, é vital reconhecer que a obesidade não é simplesmente uma questão de força de vontade, por outro, classificá-la como doença estigmatizará as pessoas e as exporá ao preconceito da sociedade.

Vamos pensar nisso!


Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE